sábado, 8 de junho de 2019

Imperfeição

Olá, ser olhando para uma tela! Não vou te chamar de leitor. Afinal de contas, leitores leem, e isso aqui certamente não é digno dessa ação. Ah, não; não é um texto, nem arte, muito menos Literatura. Eu nem escrevi isso. Claro, porque escritores não fazem blogs, eles escrevem. Obra também muito menos, porque não tá nem perto da definição de arte. Publicado, você ainda pergunta? Publicações devem dar muito trabalho, e com certeza programar uma página eletrônica para postagem não dá nenhum. Essa coisa aqui não é digna de ser nomeada. Ou melhor, qualquer nome na Língua Portuguesa vale muito mais do que essa porcaria.
Queria chamar de informação, de conversa, mas esses dois termos também podem ser muito atrelados à política(gem), então é realmente melhor chamar de coisa. Não possui autor também, porque autoria certamente envolve algo mais elevado do que isso. Escritora, nem pensem nisso, é profissão de luxo, porque aliás, todo mundo lê nesse país.
E como diria Renato Russo:
" podemos celebrar a estupidez de quem cantou essa canção"
Espero que a ironia aqui tenha ficado evidente. Curto bem pouco explicar um texto, mas têm algumas coisas que, infelizmente, só podem ser repassadas na linguagem direta, sem floreios,  suspensões ou conotações. Pode parecer absurdo dizer que isso aqui não é um texto escrito, mas é a mesma coisa que dizer que não teve uma escritora ou um escritor. Por que estou dizendo isso? Para muita gente, fanfiqueiros, blogueiros e afins não são autores. Gostaria de saber a opinião de vocês sobre esse assunto... Se tem um blog, conhece alguém que escreve, será mesmo que essa pessoa está tão longe assim de alguém com um livro físico publicado? Deixo o post com a questão para ser refletida.
🤔

4 comentários:

  1. É uma reflexão bem interessante, já vi muita gente torcer o nariz pra fanficqueiro, blogueiro e tudo o que você mencionou. Isso se deve em parte a um preconceito, um tanto quanto elitista. Entendo que muitos escritores publicados fizeram cursos, estudaram muito e planejaram para o livro sair daquela forma, além de as vezes terem bancado.

    Contudo, já conheci muito autor de fanfic que escreve melhor que certos autores publicados (o contrário também é verdade), então penso que isso de falar "Eu sou escritor, mas o colega ali não pq n tem livro públicado", é uma grande bobagem. Concordo que existem vivências que profissionalizam, mas no fim a nossa luta, o nosso amor é o mesmo, a leitura, o conhecimento, talvez o escapismo, é sentir as coisas.

    Seja em uma coluna de blog, jornal, site. Seja em um livro fisico famoso, ou um digital da Amazon, ou um livro no wattpad, nyah Spirit, independente do gênero. Isso é tanto uma profissão quanto uma arte, é onde uma parte da galera esquece da parte da arte, da parte que importa.

    Enfim é isso o que eu penso ^^

    ResponderExcluir
  2. Nossa, teu comentário ficou melhor que meu Post. Acho que no fim, vc q é o escritor nessa história kkk ;)

    ResponderExcluir
  3. Qualquer coisa escrita por alguém já faz dessa pessoa escritor. Até quem cria slogan pra publicidade. Ninguém é mais ou menos por curtir outra plataforma de publicação.

    ResponderExcluir
  4. Marketeiros agradecem kkkk (e eu TB)

    ResponderExcluir